Portal dos Músicos

Quais são as partes do violão

Rate this post

Quando aprendemos a tocar violão o processo é muito interessante, composto pelo conhecimento de técnicas de ritmo, acordes, escalas, arpejos e muitas outras coisas que contemplam o aprendizado desse instrumento tão cheio de possibilidades.

Porém, o que não podemos deixar de lado é que o violão é complexo e cada uma de suas partes cumpre uma função essencial no som que o artista deseja emitir através do instrumento.

Neste post você vai descobrir o nome de cada uma das partes do violão, bem como vai entender a sua importância para o instrumento. Acompanhe!

Composição de um violão

O violão é composto por algumas partes essenciais. Veja o nome de cada uma, onde ela está posicionada e suas principais características:

Mão

A mão é aquela parte situada bem na ponta do instrumento. Quando você afina o violão, por exemplo, precisa girar as tarraxas que ficam na mão dele. A mão pode ser de diversas cores e tamanhos, sendo que o ideal é que ela tenha as tarraxas bem firmes para que você consiga afinar o violão de maneira adequada.

O mais comum é que a mão seja composta por 6 tarraxas. As tarraxas são utilizadas para afinar o violão, de modo que quando você gira elas para o lado mais frouxo, as cordas ficam mais soltas e quando você gira elas para o lado mais apertado, as cordas ficam mais puxadas.

Pestana

A pestana, por sua vez, é aquela parte entre a mão e o braço do violão que permite que as cordas fiquem posicionadas de maneira correta. Quando você coloca as cordas no seu violão, precisa colocá-las na mão, presas às tarraxas e passá-las pela pestana para que elas fiquem no lugar e na distância correta umas das outras.

Os materiais em que as pestanas são fabricados são diversos, sendo que para uma pessoa iniciante, a pestana de plástico pode agradar, porém para um músico de conhecimento mais avançado, as versões de osso e de marfim tendem a ser mais interessantes.

Braço

O braço do violão é aquela parte mais fina e comprida, onde ficam a maior parte das cordas do instrumento. No braço estão situadas as casas e os trastes do violão.

As casas são as divisões do braço que ajudam o artista a fazer sons diferenciados no violão. Uma nota tocada em uma casa mais perto da mão do violão tem o com completamente diferente de uma nota tocada no meio do braço, por exemplo.

Já os trastes são os riscos em alto relevo que estão espalhados por todo o braço do violão, dividindo as casas do instrumento. Essa parte do violão ajuda o instrumentista a se guiar pelas casas, fazendo com que ele tenha mais facilidade de tocá-lo da maneira que deseja.

Corpo

O corpo do instrumento é aquela parte grande, que normalmente é apoiada no joelho do músico ou que fica colada em seu tronco, caso ele toque em pé. Essa parte é composta pela boca, pelo rastilho e pelo cavalete.

A boca está mais ao centro, sendo que é o local aberto ou “furado” do violão, onde as notas que vibram no instrumento são captadas para produzir os sons.

O rastilho fica quase no final do violão, em cima do cavalete, e é utilizado para separar as cordas e deixá-las na distância e na altura correta. Por fim, o cavalete que serve de suporte para as cordas e para o rastilho.

Cordas

Por fim, chegamos às cordas do violão, que são a parte manipulada pelos artistas para compor as canções feitas através do instrumento. Normalmente o violão conta com 6 cordas que já tem um lugar pré-determinado no braço. De baixo para cima, a ordem das cordas é: Mi, Si, Sol, Ré, Lá, Mi.

O material das cordas é bem variado, mas os mais tradicionais são o nylon e o aço. Quem é iniciante na prática do instrumento pode optar por cordas de nylon, as quais são mais macias. Porém, quem já toca há algum tempo, normalmente opta pelas cordas de aço, que são mais duras.

Agora que você já sabe todas as partes de um violão, que tal começar a praticar o instrumento. Certamente, com esse conhecimento você terá mais facilidade para entender o violão e começar a aprender a tocá-lo de maneira mais rápida e fluida. Boa sorte!

Joana Duarte

Joana Duarte é autodidata musical. Trabalha atualmente como professora de música, e neste site, quer compartilhar com você as principais técnicas de música

Adicionar Comentários

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.